A Assembleia Geral da Adusp, realizada em 9/5 no auditório da História, aprovou a participação dos e das docentes nas atividades previstas para 15/5, “Dia Nacional de Luta em Defesa da Educação, da Universidade e da Ciência”. A mobilização inclui a paralisação nas unidades, de modo a permitir que a categoria participe tanto dos eventos internos como do ato público unificado na capital paulista.

Foram aprovadas as seguintes orientações:

Formação de um Bloco das Universidades no ato unificado na Avenida Paulista. Ponto de encontro: Praça do Ciclista, às 14 horas.

Participação nas atividades realizadas nos campi e/ou unidades da USP em conjunto com estudantes e funcionários. O ponto de encontro será a sede da Adusp, às 9 horas, com a finalidade de organizar as atividades a serem realizadas no campus pela manhã.

Indicar que as unidades realizem reuniões até 16/5, para avaliação dos impactos causados pelos cortes no MEC e Capes e outros ataques às universidades.

No tocante à campanha salarial, a AG decidiu indicar ao Fórum das Seis que apresente contraproposta ao Cruesp na próxima reunião de negociação, a ser realizada em 16/5. Na primeira reunião, realizada no mesmo dia pela manhã, os reitores propuseram o ínfimo reajuste de 1,8%.