A diretoria da Adusp repudia a deliberação da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo de diminuir o repasse anual à Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), fixado pelo Artigo 271 da Constituição Estadual de 1989 em 1% da receita tributária do Estado. Não parece razoável que os "projetos de modernização" de Institutos de Pesquisa estaduais, para os quais seriam redirecionados os R$ 120 milhões subtraídos ao orçamento da Fapesp, sejam financiados com essa manobra orçamentária.
A decisão, tomada a partir de uma emenda ao Projeto de Lei Orçamentária, além de inconstitucional, põe em risco a produção científica, retirando de um dos principais órgãos de financiamento da pesquisa do Estado de São Paulo parte dos recursos indispensáveis para que se possa manter seu pleno funcionamento.
 
Convocamos docentes, funcionários técnico-administrativos, estudantes e associações científicas a se juntarem à luta para reverter essa decisão.
 
Sugerimos a assinatura do abaixo-assinado que já está em circulação