A partir do mês de junho, cerca de 22 mil funcionários da USP (docentes e técnico-administrativos) receberão o Vale-Refeição. O valor do Auxílio-Alimentação também será reajustado.

Segundo a Reitoria, a extensão e o reajuste desses benefícios “têm como principais premissas” 1) garantir a “agilidade no atendimento ao corpo discente”, uma vez que o número de refeições servidas nos restaurantes universitários (RUs) cresceu 30% em 2011; 2) oferecer alternativas à “infraestrutura atual disponível”, insuficiente diante da demanda crescente nos RUs; e “universalizar os benefícios oferecidos ao quadro de pessoal da Universidade”.

No caso do Vale-Refeição, o benefício será estendido aos funcionários técnico-administrativos ativos, com jornada igual ou superior a 30 horas de trabalho, e aos docentes ativos que trabalhem em Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa (RDIDP) e Regime de Turno Completo (RTC).

 “A partir do quarto dia útil do mês de junho, todos esses servidores receberão o benefício no valor unitário de R$ 24. Esse valor foi atualizado em cerca de 9%, em relação ao ano passado, com base nos preços médios praticados pelo mercado”, informa o USP Destaques de 16/4.

Ainda segundo a Reitoria, só recebiam o Vale-Refeição cerca de 2 mil funcionários técnico-administrativos, “que não possuíam qualquer tipo de subsídio para alimentação ou meios de acesso aos restaurantes mantidos pela Universidade”. O benefício agora será extendido a outros 20 mil funcionários, incluindo docentes.

Quanto ao Auxílio-Alimentação, seu valor será reajustado, passando de R$ 510 para R$ 590 mensais. Esse benefício é pago a todos os docentes e funcionários técnico-administrativos da ativa.

Apesar das explicações da Reitoria, o anúncio da extensão do Vale-Refeição ao conjunto dos docentes e funcionários técnico-administrativos da USP (cuja vigência, frise-se, inicia-se em junho) ocorre em plena campanha salarial das categorias do Fórum das Seis. Benefícios desse tipo não integram a pauta da Adusp, que luta pela valorização real dos salários, com todos os reflexos dela decorrentes. Importante lembrar, ainda, que os docentes aposentados não recebem os dois vales.

 

Informativo nº 344