A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão do Ministério da Educação (MEC), anunciou nesta terça-feira (4/6) o corte de 2.700 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado. Os cortes afetam os programas de pós-graduação com nota “3”. Quando considerados os cortes anteriores, o número de bolsas desativadas já chega a 6.100. A “economia” com os novos cortes será de R$ 4 milhões em 2019.