Assembleia ordinária:

Aprovado por unanimidade o relatório da diretoria (abril/16 a março/17). 

Assembleia extraordinária:

  • Continuidade da campanha de data-base com a perspectiva de negociar reajuste salarial no segundo semestre de 2017.
  • Continuar contrapondo-se ao arrocho salarial e aos cortes de verbas baseados nos “informativos Codage”, fornecendo dados e análises sobre a crise de financiamento da USP, como por exemplo a apresentação feita durante a assembleia.
  • Atualização do Programa Mínimo da Adusp para a USP, tendo em vista fomentar o debate em torno da sucessão reitoral.
  • Participação do Ato pelo financiamento adequado das universidades (LDO) em 28/6 às 14 horas, na Alesp (teremos ônibus saindo do campus Butantã e da EACH).
  • Continuar realizando atividades regulares denunciando a precariedade do financiamento da USP, em especial no que se refere ao quadro de pessoal (docentes e técnico-administrativos).
  • Apoio e participação do movimento pela instauração de cotas raciais na USP.
  • Paralisação e participação na Greve Geral em 30/6
  • Aprovação da delegação para o 62° Conad (um delegado e dois observadores).

Informativo nº 438