O Sintusp acaba de emitir nota em que denuncia o trancamento, nesta data, do único portão existente na grade construída pela Reitoria em torno da sede do sindicato e no perímetro da "Prainha", praça situada entre o prédio da Reitoria e o prédio central da Escola de Comunicações e Artes (ECA). A Prefeitura do Campus estacionou um caminhão-guindaste em frente ao portão, que se encontra trancado.
 
O fechamento do portão impede o acesso de carros ao prédio onde funcionam o sindicato, o Centro Acadêmico Lupe Cotrim (CALC), a Atlética e um restaurante. O acesso de pedestres também é prejudicado, pois agora só pode ser feito por um portão do prédio central da ECA.
 
"Hoje [16/2], a Reitoria impediu a entrada dos nossos veículos e fechou o acesso de pedestres, como forma de impedir acesso à área em que ficam o Sintusp, o CALC, o CANIL (espaço de cultura e política), a ECAtlética, a BaterECA, o restaurante e a 'Prainha', local onde são realizadas atividades culturais dos estudantes, rompendo drasticamente o acordo firmado no Ministério Público do Trabalho", diz a nota do Sintusp.
 
Ainda segundo o sindicato, a Reitoria procura coibir a realização da tradicional festa estudantil "Quinta i Breja", realizada há anos na ECA: "Hoje está convocada uma 'Quinta i Breja' especial, para a qual deverão vir milhares de pessoas, inclusive com a chegada de novos calouros".
 
Leia aqui a nota completa.