1. Envidar esforços políticos para organizar Ato unitário da Adusp, do DCE, da APG e do Sintusp no dia da reunião do Co (prevista para 1/10), com abertura a todas as propostas de democratização da USP.

Discutir com as entidades escopo, organização e atividades do Ato, tentando garantir que seja uma manifestação forte e pacífica da nossa indignação com o autoritarismo vigente na USP e como forma de pressionar o Co a efetuar mudanças estatutárias que garantam a participação de todos os docentes, estudantes e funcionários na escolha de reitor ou reitora.

2. Não participar de reunião proposta para o dia 29/8 com membros do gabinete do reitor, mas que não contaria com a presença de Rodas. A decisão unânime dos presentes levou em conta, em particular, o desrespeito com que foram tratados membros do Conselho de Representantes e da Diretoria da Adusp no dia 22/8, quando se dirigiram à Reitoria, procurando interlocução direta com o reitor para discutir a convocação do Co (vide http://goo.gl/BfqEdo).

Informativo nº 369