A edição 50 da Revista Adusp traz extensa reportagem de capa sobre os fenômenos do plágio e das fraudes em trabalhos científicos e sua possível associação à imensa pressão institucional por resultados quantitativos. Os repórteres colheram as opiniões de muitos docentes respeitados, que servirão de subsídio ao necessário debate da questão. Capes, CNPq e Fapesp tiveram a oportunidade de se pronunciar. A matéria também aborda casos de plágio que ocorreram na USP (um deles envolveu a então reitora Suely Vilela) e na Unicamp e UFMT.

O leitor encontrará nessa edição, ainda, uma entrevista exclusiva com o professor Elisaldo Carlini, da Unifesp; uma reportagem sobre os planos do ministro Aloisio Mercadante, da Ciência e Tecnologia; uma avaliação da gestão do reitor Grandino Rodas; e dois artigos que lançam um apurado olhar crítico sobre projeto para o Plano Nacional de Educação 2011-2020 enviado ao Congresso Nacional pelo MEC.

Outras reportagens abordam o caso do desaparecimento do ex-deputado federal Rubens Paiva, a criação do Museo de las Memorias de Assunción, e o protesto das “Mães de Maio” contra os cinco anos de impunidade do massacre executado em São Paulo em 2006, por grupos de extermínio constituídos por policiais militares.

As edições da Revista Adusp (desde a primeira, lançada em dezembro de 1994) estão disponíveis em www.adusp.org.br/revista/Default.htm. Exemplares em papel podem ser obtidos na sede da Adusp.

 

Informativo n° 330