Teto Salarial

  • Aos colegas atingidos pelo Teto constitucional estadual

    Vários docentes atingidos pelo corte de vencimentos em razão de terem alcançado o teto constitucional estadual têm sido comunicados pela USP da possibilidade de acompanhamento do processo de regularização de aposentadoria junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

  • Ofício Fórum 10/2015 ao Reitor Marco Antonio Zago

  • Alckmin ataca novamente as universidades estaduais

    Governador propõe na LDO-2016 repasse de “no máximo” 9,57% do ICMS-QPE! Na USP intransigência da Reitoria e a CERT voltando ao ataque

    Enquanto nos organizamos para pressionar o Conselho de Reitores (Cruesp) na reunião de negociação salarial agendada para 14/5/15, na sede do Cruesp (esquina das ruas Itapeva e Rocha), realizando na mesma data, hora e local um ato público por recomposição salarial pelo ICV-Dieese de maio/14 a abril/15, mais 3% de recuperaçao de perdas históricas, o governo Alckmim enviou à Assembleia Legislativa (Alesp) seu projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2016.

  • Conservadorismo marca Co de 11/11

    Ética na Universidade; eleição de dirigentes; natureza, atribuições e composição dos colegiados. Foram estes os tópicos em discussão na reunião extraordinária de 11/11 do Conselho Universitário (Co), que deu continuidade ao debate sobre a estrutura de poder e governança, a partir da sistematização de propostas feita pela Comissão Assessora Especial do Co (Caeco). A finalidade do debate, iniciado pelo Co em 3/6, é uma reforma do Estatuto da USP. O conservadorismo deu o tom desta segunda reunião, tanto na voz do reitor M.A. Zago como na de diversos dirigentes de unidades.

  • Sintusp realiza debate sobre transparência na USP

    Realizou-se em 12/11, no Anfiteatro A1 do IGc, o debate “Transparência na USP”, organizado pelo recém-criado Grupo de Trabalho de Transparência do Sindicato dos Trabalhadores (Sintusp). A atividade contou com a presença de estudantes, professores e funcionários técnico-administrativos da USP e da Unicamp.

  • Em 12/11, 17h, Sintusp realizará debate “Transparência na USP”, sobre a Lei de Acesso à Informação

    O debate, organizado pelo Grupo de Trabalho de Transparência do Sintusp, tem o objetivo de sensibilizar a comunidade uspiana para questões relativas à transparência e apresentar ferramentas de controle social, em especial a LAI – Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011).

  • Diretrizes e execução orçamentária da USP: transparência em perspectiva?

    Em 24/7/2014, ainda durante a greve, a Reitoria encaminhou às unidades, para “conhecimento e encaminhamento de eventuais sugestões” (por meio do ofício Circ./SG/COP/64 IMPV/jls) um primeiro documento preliminar de “Diretrizes Orçamentárias da USP para 2015”, fixando o prazo para que as sugestões das unidades fossem encaminhadas até 29/8 e esclarecendo que, após os procedimentos de discussão, a deliberação a respeito será tomada em reunião do Conselho Universitário (Co) marcada para 9/12. Em 28/8, a Secretaria Geral prorrogou a data para as sugestões das unidades para 23/9.

  • Teto salarial mais baixo reduz hora-extra de médicos do HU, afetando plantões e atendimento à população

    A decisão da Reitoria de definir como teto salarial de funcionários técnico-administrativos e docentes a remuneração do governador, conforme a Constituição Estadual, afetou o atendimento e o ensino no Hospital Univer­sitário (HU). Se antes da decisão a USP adotava como teto o salário de um procurador, de R$ 28 mil, agora o teto passou a ser de R$ 20,6 mil. Por causa do déficit de funcionários do HU, muitos deles faziam horas-extra para cobrir os plantões. Em razão do novo teto salarial muitas dessas horas-extra não poderão ser pagas, o que está obrigando o hospital a readequar seu atendimento.

  • Mais investimento e mais democracia

    Nossa pauta de luta permanece: intervir na LOA, democratizar a estrutura de poder, enfrentar os ataques ao RDIDP e manter HU e HRAC ligados à USP

    Passado o momento eleitoral, pelo menos no Estado de São Paulo, devemos manter a atenção e a mobilização em função de potencializar os ganhos obtidos pela greve iniciada em maio/14. Os temas fundamentais são: