Uma delegação da Associação dos Docentes da USP (Adusp) está a caminho de Porto Alegre (RS) para participar, a partir deste domingo (27/3), do 40º Congresso do Andes-Sindicato Nacional, cujo tema é “A vida acima dos lucros: Andes-SN 40 anos de luta!”.

A direção do Andes-SN espera a participação de 600 docentes, oriunda(o)s de universidades federais e estaduais, institutos federais e Cefets de todo o país, reunidos até quinta-feira (31/3), “para debater e deliberar sobre as ações e pautas que irão orientar as lutas da categoria no próximo período”.

A intervenção do governo Bolsonaro na escolha de reitores das universidades federais, a luta pela recomposição salarial da categoria nas instituições federais e estaduais, o combate ao desmonte dos serviços públicos e a luta contra os cortes orçamentários na Educação Pública são algumas das questões  que estarão em pauta no 40º Congresso do Andes-SN, segundo a página digital da entidade.

“No dia 1º de abril, os e as participantes irão se unir às demais categorias e movimentos sociais, sindicais, estudantis e populares do Rio Grande do Sul para participar do ato ‘Pelas Liberdades Democráticas e em defesa dos Serviços Públicos’. A manifestação percorrerá o centro as ruas do centro histórico de Porto Alegre até a Esquina Democrática, com algumas das bandeiras abordadas durante o evento”.

Como este será o primeiro encontro deliberativo do Andes-SN realizado presencialmente desde o início da pandemia de Covid-19, a comissão organizadora do evento determinou o uso de máscara PFF2/N95 em todos os espaços do evento e a higienização frequente das mãos. “Também será exigida a apresentação de teste negativo para Covid-19 e de comprovante de vacinação de ao menos duas doses contra o coronavírus”.

Integram a delegação da Adusp Annie Schmaltz Hsiou (FFCLRP), como representante da Diretoria, e Angela Hutchison (EACH), Celso Oliveira (FZEA), Eliel Orenha (FOB), Everaldo Andrade (FFLCH), Marcos Carvalho (EACH), Vanessa Monte (FFLCH), Patricia Monticelli (FFCLRP) e Evandro Lobão (FEUSP). O professor André Simões (EACH), que fazia parte da delegação eleita na Assembleia Geral da Adusp de 23/2, não poderá comparecer ao Congresso.

Utilizamos cookies

Utilizamos cookies neste site. Você pode decidir se aceita seu uso ou não, mas alertamos que a recusa pode limitar as funcionalidades que o site oferece.