Criada em 2020 por estudantes, docentes, pós-graduandos e trabalhadores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq-USP), a Frente de Defesa da Democracia “Luiz Hirata” é organizada pelas entidades representativas destas categorias: Associação dos Docentes da USP (Adusp), Associação de Pós-Graduandos (APG-Esalq), Centro Acadêmico Luiz de Queiroz (CALQ), Diretório Central dos Estudantes (DCE Livre “Alexandre Vannucchi Leme”) e Sindicato dos Trabalhadores da USP (Sintusp).

O cinquentenário da morte de Luiz Hirata — agrônomo graduado pela Esalq e militante do grupo Ação Popular (AP), assassinado sob tortura em 21/12/1971 por agentes da Ditadura Militar, na sede do DOPS na capital paulista — será marcado por diversos eventos em sua memória e homenagem. Com a finalidade de escolher sua própria logomarca, para que assim sejam melhor identificadas as atividades que promove, a Frente de Defesa da Democracia “Luiz Hirata” acaba de lançar um concurso público, cujas normas são definidas em edital (confira aqui).

“Este cinquentenário mobilizou as referidas organizações a prepararem atividades que lembrem a história de Luiz Hirata, especialmente, mas também de todos os estudantes, docentes e trabalhadores da comunidade acadêmica da Esalq e da USP perseguidos, torturados e assassinados pela Ditadura”, explica o edital do concurso.

Tal mobilização, continua o texto, aspira a “fortalecer a importante luta contemporânea pelas liberdades democráticas, em uma conjuntura marcada pelo crescimento da extrema-direita e do neofascismo, representado antes de tudo pelo governo Bolsonaro-Mourão, que nega os crimes da Ditadura Militar e promove o revisionismo histórico”.

Uma das atividades da Frente “Luiz Hirata” envolverá o lançamento, no dia 13/10/2021, do livro Agro, Ditadura e Universidade: Esalq-USP e a modernização conservadora (1964-1985), de autoria do professor Rodrigo Sarruge Molina, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). A obra se baseia na tese de doutorado de Molina, que foi objeto, meses atrás, do primeiro debate público promovido pelo grupo de entidades.

A logomarca vencedora será utilizada em todas as formas de identidade visual da Frente “Luiz Hirata”, tais como em eventos, fôlderes, cartazes, impressos, papéis timbrados, convites, envelopes, bandeiras, site institucional e em outras aplicações. O número de participantes é ilimitado. Cada candidato poderá apresentar até duas propostas de logomarca. As propostas deverão ser individuais ou em grupo.

A inscrição das propostas deverá ser feita pelo e-mail piracicaba@adusp.org.br, no período de 22 de fevereiro a 31 de março de 2021. Os resultados deverão ser anunciados em 20 de abril. Os três primeiros colocados serão premiados por ocasião do lançamento do livro de Molina.

Utilizamos cookies

Utilizamos cookies neste site. Você pode decidir se aceita seu uso ou não, mas alertamos que a recusa pode limitar as funcionalidades que o site oferece.