“Li com interesse a matéria sobre a eleição da vice-diretoria da Esalq. Por razões de trabalho, conheço de longa data alguns docentes daquela unidade, entre eles a professora Maria Lúcia Carneiro Vieira, diretamente envolvida no episódio.

Nesta manifestação pretendo apenas atestar a integridade profissional da doutora Maria Lúcia, que sempre se pautou pelo rigor técnico, eficiência e equilíbrio em sua atuação dentro da USP ou, como sua representante, em instituições governamentais. Desse modo, tem dedicado boa parte do seu tempo na Esalq a atividades técnico-administrativas: foi coordenadora de Programa de Pós-Graduação com conceito máximo da Capes, presidente de CPG, coordenadora de acordos de dupla diplomação com escolas francesas de engenharia agronômica e, recentemente, chefe de departamento. Na USP, coordenou o PAE; em órgãos ministeriais, participa de comissões técnicas de alta responsabilidade; enfim, uma carreira que dignifica sua unidade e nossa instituição.”

Flavio Finardi Filho
Professor associado da FCF-USP

 

Informativo n° 323